Saque do FGTS começa a ser depositado nesta sexta-feira, 13/09/19

Saque do FGTS começa a ser depositado nesta sexta-feira, 13/09/19

​Todos os trabalhadores, que possuam contas ativas ou inativas do FGTS, podem sacar até R$500 de cada uma delas, limitado ao valor do saldo.

Para saber os valores disponíveis para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, clique aqui.

O cronograma de pagamento está dividido em dois calendários:

  • Um para quem possui conta poupança na Caixa, sendo realizado o crédito automatico;
  • E outro para recebimento em outros canais de atendimento, de acordo com os calendários abaixo:

 

Crédito Automático em Conta Poupança – Para contas abertas até 24/07/19

Mês de Aniversário Data do Crédito em Conta
​Janeiro, Fevereiro, Março e Abril ​a partir de 13/09/2019
​Maio, Junho, Julho e Agosto ​a partir de 27/09/2019
​Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro ​a partir de 09/10/2019

O trabalhador pode solicitar o desfazimento do crédito automático em conta poupança pelo siteInternet Banking CAIXA ou App FGTS.

Calendário para recebimento em outros canais Caixa
Mês de Aniversário ​Data Início do Saque
​Janeiro 18 out 2019
​Fevereiro 25 out 2019
Março ​08 nov 2019
​Abril ​22 nov 2019
​Maio ​06 dez 2019
​Junho ​18 dez 2019
​Julho 10 jan 2020​
​Agosto ​17 jan 2020
​Setembro ​24 jan 2020
​Outubro 07 fev 2020​
​Novembro 14 fev 2020​
​Dezembro 06 mar 2020​

Saque de até R$ 100,00 por conta:

Saque de até R$ 500,00 por conta:

Atenção!

O recebimento do Saque imediato não gera adesão ao Saque aniversário.

Evite Fraudes

​Utilize os canais oficiais da Caixa para obter informações sobre o saque do FGTS.
Não forneça senhas ou outros dados de acesso em outros sites ou aplicativos.

 

​Se possui conta ativa ou inativa de FGTS com saldo para Saque Imediato.

  1. Qual é o valor do seu saldo.​
  2. Como escolher a opção de crédito em sua conta Caixa.
  3. O calendário de pagamento.
  4. O​​ local mais conveniente para atendimento.

Acesse agora e tenha todas as informações necessárias sem precisar sair de casa.​

​fonte: site Caixa Econômica Federal